LOJA ONDE VOU – ALPHA BOX

Fotos: Mariana Branco | Texto: Diana Correia Cardoso

Há 5 anos Ricardo Serrão, de 29 anos, trocou o Brasil por Portugal quando foi contratado pelo Sport Lisboa e Benfica. Campolide foi a primeira morada do atleta de Judo de cinto preto. Nos primeiros tempos da sua chegada, o seu destino cruzou-se com o de Gabriel Souza, de 24 anos, antigo atleta de Judo da Lusófona, atual diretor técnico e um dos sócios proprietários e coach do Alpha Box. Foi no prédio onde morou que o conheceu.

Posteriormente, Thelmo Martelotta Gomes, de 28 anos, também se juntou ao grupo e fixou-se em Lisboa. Tal como Ricardo, foi competir para o SLB como atleta de Judo de cinto preto. Formado em Administração, o judoca já geria o ginásio Alpha Box no Brasil, fundado há 5 anos. Foi ideia dos três sócios replicar um espaço semelhante em Campolide, a Freguesia que os acolheu. O processo começou há cerca de um ano e meio quando começaram a procurar um local. “Quando soube que tinha a oportunidade de abrir aqui, decidi ficar, não continuei a procurar. Já conhecia a zona e senti-me em casa”, desabafou Ricardo Serrão. Em janeiro deste ano, abriram ao público.

Atualmente, 50 alunos frequentam o ginásio Alpha Box. O que o difere dos outros é o facto de todas as aulas serem acompanhadas por um professor ou coach. São os três sócios que fazem o acompanhamento dos treinos. Por outro lado, os exercícios são todos os dias diferentes e dinâmicos, para não se tornarem repetitivos. No caso dos treinos com cargas livres e externas, em que o Alpha Box decidiu apostar em detrimento das máquinas, não se compromete a segurança do aluno.

O Cross Training é a modalidade que tem mais procura. Ricardo, vencedor de inúmeras medalhas, entre as quais a de Campeão do Troféu Brasil 2015, dedica-se principalmente a dar os treinos de tapete. Este refere que “as pessoas ainda têm preconceito com as artes marciais, acham que é só para quem gosta de lutar”. Mas não há uma idade para se poder começar seja em que desporto for. O aluno mais novo do Alpha Box tem 7 anos e a mais velha tem 81 anos. “A ideia é treinar para ficar bem, não é quem está bem é que deve ir treinar”, prossegue.

O horário do ginásio está pensado para que as pessoas tenham tempo de vir treinar antes do trabalho, ou depois. O sentimento é de missão cumprida quando todos os alunos saem do treino e “sentem que deram o seu melhor, tiveram eficiência no treino. É gratificante ver que as pessoas melhoram um pouco a cada dia”. É esta ideia de ambiente familiar que se tenta manter no Alpha Box, “colocar o aluno como prioridade e continuar a incentivá-los a praticar desporto”.

Como perspetiva de futuro, os sócios-proprietários pretendem não encerrar o ginásio da parte da tarde, pelo que esperam contratar mais professores para se juntarem à sua equipa, mantendo sempre os ideais fundadores da Alpha Box.

GINÁSIO ALPHA BOX

R. de Campolide, 94 A

2ª a 6ª: 7h00 às 21h00

bado: 9h00 às 12h00

 

Contacto: 939 045 464

Reportagens

LOJA ONDE VOU – ALPHA BOX

Três atletas unidos pelo Judo fizeram da Rua de Campolide a sua segunda casa. Neste ginásio, de porta aberta a todos, o desporto é uma paixão que se procura cultivar entre os alunos. Do MMA, ao Judo e ao Cross Training, todos os treinos são pensados para melhorar o dia-a-dia de quem frequenta o Alpha Box.

Ler Mais »