Campolide,

Dia Internacional das Mulheres

Em Campolide não oferecemos flores a mulheres no dia 8 de Março.

O Dia Internacional das Mulheres surgiu, no início do século XX, para alertar para a necessidade de lutar por melhores condições de vida e de trabalho para mulheres - e também pelo direito de voto para as mulheres.

Hoje parece absurdo que as mulheres não pudessem votar? 
A nós parece-nos também absurdo que, mais de um século depois, e em Portugal, as mulheres continuem a:
- ter muito mais horas de trabalho doméstico não pago do que os homens;
- recebam menos 16,7% de salário que os homens, sendo o fosso ainda maior para quadros superiores; 
- sejam apenas 14% dos membros de Conselhos de Administração de empresas no PSI20;
- tenham apenas 10% das presidências de Câmaras Municipais do país;
- sejam mais de 90% das vítimas de crimes de violação e mais de 80% das vítimas de crimes de violência doméstica.

Em vez de oferecer flores, em Campolide, fazemos formação em que alertamos mulheres e homens para estes factos e incentivamos a mudança, porque há mesmo muito por fazer.

Não oferecemos flores a mulheres no dia 8 de Março porque não queremos continuar a promover a ideia falsa de uma suposta fragilidade das mulheres, quando as mulheres têm provado ao longo de séculos que a sua força lhes permite até resistir ao sexismo. 
Não oferecemos flores a mulheres porque queremos que os homens também recebam e saibam receber flores - e queremos que as mulheres também as ofereçam. 
Não oferecemos flores porque flores não servem para compensar a discriminação que continua.

Queremos igualdade.

Daqui a um século, os números da discriminação de hoje parecerão absurdos. Queremos que esse amanhã chegue mais cedo. 
Sabemos também que diferentes mulheres têm muitas outras características que, para além do sexo, também geram discriminação. Celebramos por isso o Dia Internacional das Mulheres, sempre no plural. 
Em Campolide, trabalhamos, em conjunto, pela igualdade que queremos alcançar e contra as várias formas de discriminação. É assim que celebramos e honramos o dia 8 de Março.

O portal da JFC utiliza cookies de rastreamento anónimo para melhorar a interacção com o Utilizador. Ao continuar a navegação, está a concordar com o uso de cookies.